Cura Gay?

Oi oi gente! Ainda tem alguém chocado com a notícia da semana passada? Aquela notícia mesmo, que diz que a justiça aprova que psicólogos curem a homossexualidade.

Pois é, acho que qualquer pessoa sensata esteja revoltado até hoje. No dia dessa notícia eu me deparei com várias imagens no Instagram dizendo: “Não vou trabalhar hoje, estou gay”, “Doutor me dá um atestado, eu estou gay hoje”, “Cure seu preconceito”. Logo eu descobri que a justiça havia aprovado que psicólogos podem agora tratar a homossexualidade, como se fosse uma doença. A decisão do juíz é que agora o Conselho Federal de Psicologia não proíba o tratamento da homossexualidade. Uma das autoras dessa ação é uma psicóloga evangélica. (Para ler com mais detalhes a notícia, é só clicar aqui)

Eu não sei a reação de vocês, mas pra mim foi como voltar no tempo! É absurdo que tratem a homossexualidade da mesma forma que tratam a depressão, e vários outros problemas psicológicos. A justiça autorizar “cura gay” é simplesmente um retrocesso. Infelizmente no Brasil é assim, parece que a gente dá um passo pra frente e dois pra trás.

É horrível saber que a justiça brasileira vê o amor entre duas PESSOAS como doença. Talvez seja esse o problema, a sociedade em geral está muito ligada a gêneros. A gente vê duas mulhers se beijando, ou dois homens namorando e não duas…pessoas. Era pra ser simples assim, duas pessoas que se amam ou que tem atração uma pela outra.

O que muita gente não entende é que o amor transcende qualquer limite que o nosso corpo impõe. A gente é muito mais que carne e osso, e pode parecer clichê, mas a gente tem que começar a enxergar o que está por dentro, alma, espírito, seja lá o que você quiser chamar. E por dentro todos somos iguais, somos apenas pessoas.

Na verdade essa nossa ligação a gêneros, essa nossa mania de ficar olhando diferenças físicas é a causa da maioria dos tipos de preconceito. Por exemplo preconceito com mulher, simplesmente por ser mulher; ou com negros, que é baseado numa simples diferença de cor de pele; e por aí vai.

Tem gente que mesmo não sendo contra homossexuais, não acha que essa mudança vai fazer diferença, mas isso impacta sim a visão sobre homosexualidade. Quem já é contra, vai ter sua ideia reforçada pela própria justiça que admitie que uma pessoa gostar de outra é doença. Os pais que já não aprovavam seus filhos homossexuais, vão poder agora tratá-los legalmente, e a criança vai apenas crescer acreditando que ela é doente e que ela não deve gostar de quem ela gosta. Em geral, essa aprovação da justiça vai reforçar o preconceito e a homofobia, pois a partir de agora a homossexualidade será tratada como doença legalmente. E isso tem uma grande probabilidade de aumentar a violência contra essas pessoas.

Eu espero que em um futuro bem próximo a gente passe a enxergar todo mundo como pessoa, e que a gente deixe que cada um cuide da sua vida, que cada um faça as escolhas que desejar, que tenha liberdade, e que ame quem quiser. Mais amor por favor, afinal ele nunca foi problema, a falta dele que é!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s